Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sobre o site
O que você mais gosta do nosso site?
As fotos das galerias
As poesias premiadas
O concurso de poesias
Contribuições literárias
Tudo
Visito sempre
Visito pouco mas voltarei
Não voltarei mais
Ver Resultados

Rating: 2.5/5 (512 votos)




ONLINE
2




Partilhe este Site...





Saudações!

 

Esse site foi criado para que as pessoas possam conhecer o evento literário POESIAS SEM FRONTEIRAS e o Prêmio Literário Marcelo de Oliveira Souza.

Esse nome foi escolhido pelo fato de que a poesia é a mais nobre arte de se expressar e de unir povos, a poesia não tem fronteiras, não tem idade, tampouco credo e preferências.

Nossos eventos sempre esmeram-se em unir povos e culturas, por isso sempre acolhemos  não só o poeta, mas os estrangeiros dos quatro cantos  do mundo e também os jovens.

Inserindo-os  no maravilhoso mundo literário, rompendo fronteiras e estreitando laços.

As inscrições sempre são democráticas, onde participam desde o estudante, o lavrador, até o médico, engenheiro, professor e outras tantas profissões, cumprindo o nosso excelso objetivo de unir, aglutinando diferentes culturas e pensamentos, enriquecendo ainda mais a literatura universal.

* Aceitamos doações de qualquer valor que poderá ser feita via correios ou por conta corrente, o número se encontra junto ao título do blog, é só entrar em contato para combinarmos.

Ajude o POESIAS SEM FRONTEIRAS, divulgando  esse site, a cultura agradece.

 

 

 Embaixador da Poesia, nomeado pela Academia Virtual de Letras Artes e Cultura, MG; Ganhador do Prêmio  Personalidade Notável  2014 em Itabira MG ; Membro   da IWA  International Weitters Artistis – EUA ; da Sociedade  Ibero-americana de Escritores, Espanha; da Academia de Letras de Teófilo Otoni MG; da Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências RJ; da confraria de Artistas e Poetas pela Paz – CAPPAZ; da Associação Poetas Del Mundo; do Clube dos Escritores Piracicaba SP;  participa de vários concursos de poesias, contos,  publicações em jornais e revistas estaduais, nacionais e internacionais  sempre conseguindo ser evidenciado pelos seus trabalhos louváveis; colunista do Jornal da Cidade, Debates Culturais, Usina de Letras, entre outros. Organizador do Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS  e Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza,IWA.

e-mail:   marceloosouzasom@hotmail.com

facebook: psfronteiras

Doações em qualquer valor:

Conta Corrente Bradesco

Agência 3679

Conta 5920-0

Em nome do autor do projeto

Marcelo de Oliveira Souza

 



POESIAS DOS VENCEDORES 2013

POESIAS DOS VENCEDORES 2013

Terceiro Lugar:

75. Mariana Helena de Jesus II

Biografia: 

Dados: Mariana Helena de Jesus, brasileira, nasceu na capital pernambucana, mas morou a maior parte de sua vida no município de Bezerros - PE, onde reside atualmente. É Publicitária e Pós-graduanda em Marketing, e como hobby dedica-se a área de redação publicitária, projetos e antologias remissivos a poesia e a literatura de Cordel. 

Dados da Obra: 


Título: EU POSSO TOCAR VOCÊ 
Texto: 
Me descobri em palavras
Me descobri em missão
Para sentir a alma humana
Para mexer com a emoção

Trago o dom da escrita
Posso entrar no seu interior
Posso absorver seu passado
Posso tocar sua dor

Posso ler pessoas
Decifrar sentimentos
Psicografar emoções 
Aliviar ferimentos

Posso enaltecer fúrias
Posso despertar paixões
Posso acalentar amarguras
E despertar reflexões

Posso te olhar por dentro
Posso te analisar por fora
Posso te expor em poesia
E te encontrar em outrora

Eu posso encantar você
Posso te emocionar
Posso te tocar na alma
Posso te adivinhar

Posso usar o olhar
Para te compreender
E de forma poética
Eu declamo você

Através das palavras
Eu posso te descrever
E usando a poesia
Eu posso tocar você.


Segundo Lugar

27. Verônica Miyake Rodrigues Koike 

Biografia: 

Dados: Nasci em São José dos Campos -SP, onde morei até os 16 anos, quando fui obrigada a abandonar os estudos e o Brasil para trabalhar no Japão. Lá, acabei me casando em 2005 e voltando ao Brasil em 2009, onde passei a ser sócia do meu marido ao comprar uma franquia. Hoje moro na cidade de Limeira. A única coisa que conservei da pessoa que eu era até os 16 anos, foi o dom de escrever poesias. O resto eu não me lembro. 

Dados da Obra: 


Título: O TEMPO CERTO DE AMAR 
Texto: 
O meu passado é um tambor mudo,
Quão complicado é o nosso amor!
O teu cuidado guarda feito escudo
Mas ao teu lado sinto mais temor.

O teu futuro é breu, sobretudo,
Pois neste escuro não se enxerga cor
O tempo duro levará um tudo,
Por trás do muro, só verás rancor.

É nesta hora, o momento pleno!
Quiçá, por ora, somos nós normais
Talvez lá fora, o dia seja ameno.

O hoje (que aflora) não percas jamais,
É onde mora a paz. E eu te ordeno:
Me ames agora, amor. Ou nunca mais!

 

PRIMEIRO LUGAR

 

36.  MARILIA MARTINS DE ARAUJO REIS II

Biografia: 

Dados: Marilia Martins de Araújo Reis nasceu em Salvador, Bahia, nos anos 70. Menina precoce, filha do advogado Amálio Couto de Araújo Filho e da artista plástica Terezinha Martins de Araújo, atuantes no período efervescente da política estudantil no Brasil de 1968, conviveu na infância com discurso democrático, com o incentivo à arte e a uma vivência criativa e bem humorada. Formou-se psicóloga, onde sempre se destacou por seu estreito envolvimento com as causas sociais e o amor à profissão. Mãe de Julie e Davi, busca no fascínio por Deus, pela justiça social, pelo amor e pela natureza, a inspiração para escrever. Além de desenhar, atuar e compor músicas na intimidade, faz da poesia e textos no presente, o canal público da expressão de suas emoções. Participou de Antologias, das quais ANTOLOGIA PSIU POÉTICO + 25 - 26° SALÃO NACIONAL DE POESIA, FACES CONTEMPORÂNEAS DA POESIA BRASILEIRA - VOLUME II e POETAS DE UMA SÓ LÍNGUA - ENCONTRO DE POETAS DA LÍNGUA PORTUGUESA- ANGOLA/ BRASIL/ GUINÉ BISSAU/ MOÇAMBIQUE/ PORTUGAL, todos pela Editora Catrumano - SP. 



Título: pequena PORÇÃO 
Texto: 
Eu sou o pedaço de vidro, caco, ruído que corta sua mão,
A folha seca na terra que murcha, enfeita e aduba seu chão,
O pedaço de papel amassado, recado rosado que abriga o refrão, 
O grão amarelo de pólen, fecundo, adoçado que guarda o botão, 
A gota de sangue vermelho, que jorra a ferida da sua emoção, 
A pegada que fica na terra, na estrada, na guerra da sua ilusão, 
O perfume que mancha o ar, que insiste em marcar sua recordação,
O olhar que reflete sua estrela, cometa na noite, na imensidão, 
A palavra que tira a fala, que envolve e abrasa seu coração...