Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sobre o site
O que você mais gosta do nosso site?
As fotos das galerias
As poesias premiadas
O concurso de poesias
Contribuições literárias
Tudo
Visito sempre
Visito pouco mas voltarei
Não voltarei mais
Ver Resultados

Rating: 2.5/5 (544 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...





Saudações!

 

Esse site foi criado para que as pessoas possam conhecer o evento literário POESIAS SEM FRONTEIRAS e o Prêmio Literário Marcelo de Oliveira Souza.

Esse nome foi escolhido pelo fato de que a poesia é a mais nobre arte de se expressar e de unir povos, a poesia não tem fronteiras, não tem idade, tampouco credo e preferências.

Nossos eventos sempre esmeram-se em unir povos e culturas, por isso sempre acolhemos  não só o poeta, mas os estrangeiros dos quatro cantos  do mundo e também os jovens.

Inserindo-os  no maravilhoso mundo literário, rompendo fronteiras e estreitando laços.

As inscrições sempre são democráticas, onde participam desde o estudante, o lavrador, até o médico, engenheiro, professor e outras tantas profissões, cumprindo o nosso excelso objetivo de unir, aglutinando diferentes culturas e pensamentos, enriquecendo ainda mais a literatura universal.

* Aceitamos doações de qualquer valor que poderá ser feita via correios ou por conta corrente, o número se encontra junto ao título do blog, é só entrar em contato para combinarmos.

Ajude o POESIAS SEM FRONTEIRAS, divulgando  esse site, a cultura agradece.

 

 

 Embaixador da Poesia, nomeado pela Academia Virtual de Letras Artes e Cultura, MG; Ganhador do Prêmio  Personalidade Notável  2014 em Itabira MG ; Membro   da IWA  International Weitters Artistis – EUA ; da Sociedade  Ibero-americana de Escritores, Espanha; da Academia de Letras de Teófilo Otoni MG; da Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências RJ; da confraria de Artistas e Poetas pela Paz – CAPPAZ; da Associação Poetas Del Mundo; do Clube dos Escritores Piracicaba SP;  participa de vários concursos de poesias, contos,  publicações em jornais e revistas estaduais, nacionais e internacionais  sempre conseguindo ser evidenciado pelos seus trabalhos louváveis; colunista do Jornal da Cidade, Debates Culturais, Usina de Letras, entre outros. Organizador do Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS  e Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza,IWA.

e-mail:   marceloosouzasom@hotmail.com

facebook: psfronteiras

Doações em qualquer valor:

Conta Corrente Bradesco

Agência 3679

Conta 5920-0

Em nome do autor do projeto

Marcelo de Oliveira Souza

 



Homenagens aos saudosos entes.

Homenagens aos saudosos entes.

Adeus Adelina! 


O riso da alegria 
Telefone todo dia 
Assuntos intermitentes, 
A tiamãe com a gente. 

Adelina senhora menina 
Sempre junto, contente 
Suporte materno colo quente... 

Tudo isso foi embora 
Acabou a jornada 
A paixão exacerbada 
Não convalesceu... 

A agonizante espera 
Culmina o inesperado 
Escrevo o verso angustiado, 
Na despedida, consternado. 


Reclamamos a sua presença 
A sua ida sepulcral... 
Tia Selma despediu-se, 
Mas um dia... 
Quando nos encontrarmos 
Passaremos dias conversando 
Lá no outro portal! 


Marcelo de Oliveira Souza 

Homenagem a Adelina Selma de Oliveira Bispo

14/08/2013 

 

Brilho do Rubi 


Com uma presença 
Grande e imponente 
Rubilênia brilhava intensamente 
Voz grave e forte. 
Com  um brado incessante 
Não passava despercebida 
Uma amiga querida... 

Esse rubi potente 
Começou a perder seu brilho 
Numa dor constante, 
Foi definhando rapidamente 
O jóia forte e contente 
Quebrou a sua vertente 
Nos deixando na amargura. 

Num choro intermitente 
Lamentamos o seu destino 
Como uma alma num desatino 
O rubi mudou seu endereço 
Mas como o amor de Deus 
não tem preço... 
Rubinha foi aos céus brilhar 
Eterna e intensamente 
Com toda a sua força 
Iluminando a gente 
Em qualquer lugar. 


Marcelo de Oliveira Souza 

Homenagem a Rubilênia Gonçalves Cordeiro

30/01/2012

 

Estrela do Sertão 

Encontrei a rosa 
Irmã da Flor do Sertão 
Flores do imenso jardim. 
A Rosa de muitos nomes 
Todos nós conhecemos, 
Todos preenchem a nossa família 
Brilhando no céu quente de emoção. 


A força que segura nossa querida flor 
Mora no nosso coração 
Nei de pais ricos de alegria 
Terá seu nome escrito para sempre 
No músculo intenso dentro do nosso peito 
Sabendo de qualquer jeito 
Que ela representa a nossa união. 

Essa rosa que muitos nomes têm 
Também tem infinitos amigos 
Nessa infinita corrente de amor... 
Divino unindo os dois planos, 
Duas vidas iluminadas 
Saindo do seco jardim 
E se transformando 
Na maior estrela do sertão. 

Homenagem a Rosa Mere Sacramento Lima

23/12/2014

 

O Rei do Sertão

Não tem Virgulino 
Corisco, nem Lampíão! 
Segurando a lamparina 
Tranquilo, está 
o Rei do Sertão!

A seca aumenta 
O juízo esquenta 
O Rei do Sertão! 
Com a enxada na mão!

Derruba uma , duas, três... 
Quem disse que não é de uma só vez? 
Cada espaço com o seu feijão, 
Ninguém o supera... 
A chuva esparsa só cai ali 
Naquele espaço!

O rei do sertão 
Com sua superstição... 
Vislumbra a “barra” do vento 
Ao relento, ele manda.

O Reinatão ninguém supera 
Com a clava forte “debulha”, 
seca e ensaca, 
O Valente Renatão 
Das tarefas de Terra 
Do milho que encerra 
a safra e que conquista 
Tudo naquela serra.

Marcelo de Oliveira Souza,IWA

 

Homenagem ao meu sogro Renato Alves de Lima, falecido em Julho/2015